COMPREENSÃO E DIÁLOGO: CONTRIBUIÇÕES DA HERMENÊUTICA GADAMERIANA À EDUCAÇÃO

Raimundo José Barros Cruz

Resumo


O significativo êxito alcançado pela hermenêutica no interior do debate atual das ciências deve-se a seu posicionamento crítico sobre o modo de pensar e proceder das ciências naturais e à tendência legitimadora de um sujeito racional, dominador dos contextos possíveis. Tratar das relações pedagógicas, tomando o diálogo hermenêutico como condição e mediação indispensáveis ao processo de formação e educação do envolvidos no processo pedagógico, remete-nos, portanto, ao enfrentamento crítico das estruturas monológicas de uma sociedade contemporânea reveladora da incapacidade para o diálogo. Encontramos na hermenêutica filosófica de Hans-Georg Gadamer, o terreno fértil para que essa discussão seja levada em frente. Convencido de que a sociedade contemporânea revela-se incapaz para o diálogo, condição esta que se apresenta associada ao desenvolvimento técnico-científico, este autor critica a sociedade contemporânea, apresentando o componente dialógico em contraposição às estruturas monológicas próprias da racionalidade instrumental. Ao tomar o diálogo em seu sentido mais exigente, apresenta-o como um atributo natural do ser humano, possuidor de uma força transformadora que revela o próprio ser humano. Ao transportar essa discussão para o âmbito das relações pedagógicas, pretende-se justificar uma relação centrada no diálogo. E, ao superar uma superposição entre interlocutores, propiciar processos formativos pelos quais os participantes, ao contribuir com sua individualidade, favoreçam o crescimento mútuo, propiciando o surgimento de novos horizontes construtores de infinitos saberes. Dessa forma, procuraremos primeiramente localizar a pesquisa e seu objeto de estudo no amplo espaço de debate sobre a hermenêutica e tratar da considerável contribuição de Martin Heidegger à hermenêutica gadameriana. No segundo capítulo, reconstruiremos, interpretativamente, a reflexão gadameriana sobre a linguagem como fio condutor do giro ontológico da hermenêutica. E por fim, no terceiro capítulo, nos concentraremos em refletir sobre os desdobramentos pedagógicos a partir da hermenêutica gadameriana, tomando como núcleo central a importância do diálogo no interior das relações pedagógicas.


Palavras-chave


Hermenêutica, Compreensão, Racionalidade, Diálogo, Educação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22294/eduper/ppge/ufv.v1i2.40



(c) Educ. em Perspec., Viçosa, MG - eISSN 2178-8359.